15 de janeiro de 2011

Cuiabá (MT) – A OPAN abriu seleção para contratação de jornalista e administrador, que trabalharão no Projeto Berço das Águas. As inscrições vão até o dia 30 de janeiro. Abaixo, seguem os editais. PROJETO BERÇO DAS ÁGUAS SELECIONA ADMINISTRADOR A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é uma organização da sociedade civil do direito privado, sem fins lucrativos, […]

Cuiabá (MT) – A OPAN abriu seleção para contratação de jornalista e administrador, que trabalharão no Projeto Berço das Águas. As inscrições vão até o dia 30 de janeiro. Abaixo, seguem os editais.

PROJETO BERÇO DAS ÁGUAS SELECIONA ADMINISTRADOR

A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é uma organização da sociedade civil do direito privado, sem fins lucrativos, sediada na cidade de Cuiabá-MT, Brasil, fundada em 1969, desenvolve Projetos de Trabalho junto aos povos indígenas nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil. Seu objetivo é apoiar estes povos, colaborando para a valorização o fortalecimento de seus modos de organização social e expressão cultural, das formas de proteção de suas terras e patrimônios, favorecendo a autonomia e o controle social.
A OPAN desenvolve o Projeto Berço das Águas – Gestão Ambiental em terras indígenas e alternativas ao desmatamento para os povos do Cerrado, programa de apoio à gestão de terras indígenas no Noroeste de Mato Grosso, e de fortalecimento de organizações indígenas parceiras, com área de atuação nas Terras Indígenas Enawene Nawe, Manoki e Myky, situadas nos municípios de Brasnorte, Comodoro, Juína e Sapezal-MT. Este projeto se insere no Programa Institucional de Mato Grosso, que visa fortalecer o protagonismo indígena no cenário regional valorizando seus modos de organização social através da qualificação das práticas de gestão de seus territórios, recursos naturais, simbólicos e econômicos, com autonomia e de forma sustentável.

Este TDR torna público, para conhecimento dos interessados, a abertura de Processo Seletivo para contratação de um Administrador para atuar em Cuiabá.
1. Atribuições:
· Organizar o centro de custos, atendendo os prazos para recolhimento de encargos, o processamento e a guarda de toda a documentação contábil;
· Cuidar dos procedimentos administrativos, tais como solicitação de compras, tomada de preços, aquisições e pagamentos, bem como cuidar da correta emissão de notas fiscais;
· Receber e encaminhar ao Escritório toda a documentação pessoal e contábil dos demais centros de custo;
· Organizar relatórios financeiros, com o lançamento de toda documentação contábil, relação de gastos, demonstrativos de cumprimento de metas financeiras e de adequação de gastos e respectivos resultados e atividades previstas.
· Apoiar os demais centros de custos na resolução de dúvidas e pendências;
· Encaminhar contratações, demissões, férias dos funcionários, monitorar os prazos para recolhimento de encargos;
· Coordenar pregões eletrônicos, concluir aquisições e agendar pagamentos;
· Solicitar e guardar os extratos bancários, canhotos de cheques e realizar a sua conciliação;
· Organizar a documentação para as Auditorias dos projetos e institucional.

2. Perfil:
Profissional com formação superior em administração ou áreas afins. Experiência mínima comprovada em pelo menos três (03) anos em gestão de projetos.

3. O profissional precisa ter:
Habilidade para gerir pessoas e conflitos;
Boa capacidade de relacionamento e comunicação com a equipe, com os indígenas e parceiros;
Criatividade para contribuir para a transformação social;
Proatividade para superar dificuldades na implementação e funcionamento do projeto;
Experiência com projetos com populações tradicionais;
Habilidade para trabalhar em equipe, formar, articular e motivar os grupos;
Capacidade de comunicação e articulação política;
Comunicação e domínio textual (elaboração de relatórios, documentos e ofícios);
Disponibilidade para residir em Cuiabá – MT e realizar viagens eventualmente.

4. Condições:
Contrato de trabalho de 40 horas semanais em regime CLT com duração de 2 anos
(janeiro de 2011 a dezembro de 2012).

5. Inscrições:
Os interessados devem enviar:
a. Currículo Vitae
b. Carta de Apresentação descrevendo brevemente sua experiência anterior de trabalho que mostre sua adequação ao perfil proposto e assegurando sua disponibilidade para o cargo.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet. Os currículos acompanhados da carta de apresentação deverão ser enviados até 30/01/2011 para
juliana@amazonianativa.org.br, contendo no assunto da mensagem “Seleção Administrador”.

Cuiabá-MT, 15 de janeiro de 2011

 

PROJETO BERÇO DAS ÁGUAS SELECIONA JORNALISTA

A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é uma organização da sociedade civil do direito privado, sem fins lucrativos, sediada na cidade de Cuiabá-MT, Brasil, fundada em 1969, desenvolve Projetos de Trabalho junto aos povos indígenas nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil. Seu objetivo é apoiar estes povos, colaborando para a valorização o fortalecimento de seus modos de organização social e expressão cultural, das formas de proteção de suas terras e patrimônios, favorecendo a autonomia e o controle social.
A OPAN desenvolve o Projeto Berço das Águas – Gestão Ambiental em terras indígenas e alternativas ao desmatamento para os povos do Cerrado, programa de apoio à gestão de terras indígenas no Noroeste de Mato Grosso, e de fortalecimento de organizações indígenas parceiras, com área de atuação nas Terras Indígenas Enawene Nawe, Manoki e Myky, situadas nos municípios de Brasnorte, Comodoro, Juína e Sapezal-MT. Este projeto se insere no Programa Institucional de Mato Grosso, que visa fortalecer o protagonismo indígena no cenário regional valorizando seus modos de organização social através da qualificação das práticas de gestão de seus territórios, recursos naturais, simbólicos e econômicos, com autonomia e de forma sustentável.
Este TDR torna público, para conhecimento dos interessados, a abertura de Processo Seletivo para contratação de um Jornalista para atuar em Cuiabá.

1. Atribuições:
· Acompanhar o planejamento das ações do projeto para propor estratégias de divulgação externa à imprensa e parceiros;
· Apurar, redigir e divulgar notícias referentes ao projeto na imprensa;
· Encaminhar demandas da imprensa junto à coordenação do projeto, agendar entrevistas e viabilizar reportagens;
· Moderar lista de discussão;
· Gerenciar e alimentar o site do projeto e o site da OPAN;
· Orientar diagramadores, designers, fotógrafos e equipes de documentários contratados pelo projeto a elaborar os produtos de comunicação previstos de acordo com as regras de uso de imagem preconizadas pelo patrocinador e segundo roteiro de conteúdo estabelecido pela OPAN.
· Solicitar passagens, diárias, ordens de serviço e orçamentos relativos à elaboração de produtos de comunicação do projeto;
· Cobrar a execução dos produtos de comunicação na qualidade desejada e no prazo;
· Submeter à coordenação a aprovação final dos produtos de comunicação;
· Representar a instituição, quando necessário;
· Elaborar e revisar textos de documentos relativos ao projeto, quando solicitado;
· Monitorar a presença de notícias sobre o projeto e sobre a instituição na imprensa;
· Sistematizar e enviar notícias relevantes sobre o projeto e a instituição para parceiros;
· Zelar pela qualidade da produção e do armazenamento de produtos de comunicação;
· Sistematizar notícias de caráter interno da instituição e divulgá-las em fóruns pertinentes, como lista de discussão e boletim interno;
· Orientar as equipes internas da OPAN sobre como agir diante de solicitação de informações proveniente da imprensa, além de acompanhar a realização de entrevistas no âmbito da instituição;
. Propor ações para o aprimoramento do setor de comunicação, como oficinas de capacitação para jornalistas, mídia training, etc;

2. Perfil:
Profissional com formação superior em Comunicação Social. Experiência mínima comprovada em pelo menos três (03) anos.

3. O profissional precisa ter:
Habilidade para gerir pessoas e conflitos;
Boa capacidade de relacionamento e comunicação com a equipe, com os indígenas e parceiros;
Criatividade para contribuir para a transformação social;
Proatividade para superar dificuldades na implementação e funcionamento do projeto;
Experiência com projetos com populações tradicionais;
Habilidade para trabalhar em equipe, formar, articular e motivar os grupos;
Capacidade de comunicação e articulação política;
Comunicação e domínio textual (elaboração de relatórios, documentos e ofícios);
Disponibilidade para residir em Cuiabá – MT e realizar viagens eventualmente.

4. Condições:
Contrato de trabalho de 40 horas semanais em regime CLT com duração de 2 anos
(janeiro de 2011 a dezembro de 2012).

5. Inscrições:
Os interessados devem enviar:
a. Currículo Vitae
b. Carta de Apresentação descrevendo brevemente sua experiência anterior de trabalho que mostre sua adequação ao perfil proposto e assegurando sua disponibilidade para o cargo.

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet. Os currículos acompanhados da carta de apresentação deverão ser enviados até 30/01/2011 para
juliana@amazonianativa.org.br, contendo no assunto da mensagem “Seleção Jornalista”.

Cuiabá-MT, 15 de janeiro de 2011

Contatos com a imprensa
comunicacao@amazonianativa.org.br
(65) 3322-2980

Indígenas da bacia do Juruena participam de festival de cinema em Brasília

02 Dez, 2022

Foram selecionadas duas produções audiovisuais do Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky e uma do povo Enawenê-Nawê

Flores, lágrimas e força

28 Nov, 2022

Países insulares seguem sendo grandes propulsores de avanços no debate sobre clima no mundo. Povos indígenas exigem participação em fundo sobre perdas e danos.

A PNGATI e a esperança por dias melhores

09 Nov, 2022

De diversas regiões da Amazônia, representantes indígenas compartilham na COP27 reflexões e experiências sobre a PNGATI à luz do novo governo no Brasil.
Nossos Parceiros
Ver Mais