06 de maio de 2011

Cuiabá, MT – A OPAN abriu seleção para contratação de consultor para avaliação da situação atual da cadeia produtiva da borracha natural e castanha-do-brasil produzidos pelos povos indígenas Manoki e Myky, do Noroeste de Mato Grosso. Confira o edital.OPAN CONTRATA A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é uma organização da sociedade civil de direito privado, sem fins […]

Cuiabá, MT – A OPAN abriu seleção para contratação de consultor para avaliação da situação atual da cadeia produtiva da borracha natural e castanha-do-brasil produzidos pelos povos indígenas Manoki e Myky, do Noroeste de Mato Grosso. Confira o edital.OPAN CONTRATA

A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é uma organização da sociedade civil de direito privado, sem fins lucrativos, sediada na cidade de Cuiabá-MT, Brasil, fundada em 1969, desenvolve Projetos de Trabalho junto aos povos indígenas nas regiões Centro-Oeste e Norte do Brasil.
Com apoio do Programa Petrobras Ambiental, a OPAN desenvolve o Projeto Berço das Águas – Gestão Ambiental em terras indígenas e alternativas ao desmatamento para os povos do cerrado, programa de apoio à gestão territorial de terras indígenas no Noroeste de Mato Grosso, e de fortalecimento de organizações indígenas parceiras, com área de atuação
nas Terras Indígenas Enawene Nawe, Manoki e Myky, situadas nos municípios de Brasnorte, Comodoro, Juina e Sapezal-MT.

O projeto Berço das Águas se insere no Programa Institucional de Mato Grosso, que visa fortalecer o protagonismo indígena no cenário regional valorizando seus modos de organização social através da qualificação das práticas de gestão de seus territórios, recursos naturais, simbólicos e econômicos, com autonomia e de forma sustentável.

O edital seletivo visa a contratação de um consultor para avaliação da situação atual da cadeia produtiva da borracha natural e castanha-do-brasil produzidos pelos povos indígenas Manoki e Myky, do Noroeste de Mato Grosso.

1. OBJETIVO:

Avaliar a produção atual e a potencialidade da produção de produtos do látex e castanha-do-brasil pelos povos indígenas Manoki e Myky do Noroeste de Mato Grosso. As ações desta consultoria subsidiarão a estruturação da cadeia produtiva da borracha nativa. Para tanto serão realizados levantamentos de dados secundários e a partir dessa ação, os dados serão apresentados na forma de relatórios.

2. DETALHAMENTO ESPECÍFICO DA FUNÇÃO
– Analisar as políticas públicas federais e as legislações de outros Estados
voltadas ao fomento das cadeias produtivas da sociobiodiversidade visando
subsidiar a elaboração de propostas de políticas e programas relativas à cadeia produtiva da borracha nativa e castanha-do-brasil;

– Analisar os documentos técnicos levantados para avaliar a situação atual, a capacidade de produção e as limitações, possibilidades/oportunidades e gargalos da cadeia produtiva da borracha nativa e castanha-do-brasil, para subsidiar a estruturação deste PFNM na região noroeste.

3. PERFIL REQUERIDO:

Formação de nível superior; experiência de trabalho comprovada em estruturação de cadeias produtivas de produtos florestais não madeireiros; experiência de trabalho com comunidades tradicionais e/ou agricultores familiares e/ou etnias indígenas e experiência em elaboração de propostas de legislações e/ou políticas públicas ambientais.

4. LOCALIDADE E PERÍODO DOS TRABALHOS:

Cuiabá e municípios da região noroeste do Mato Grosso, sendo 02 meses a contar da assinatura do contrato.

5. CONDIÇÕES:

Contrato de assessoria na modalidade produto.

6. DA INSCRIÇÃO:

Os interessados, favor enviar:

a. Currículo resumido (máximo 4 páginas)

c. Referência profissional (nome, cargo, instituição, telefone e e-mail)

As inscrições serão feitas exclusivamente pela internet. Os currículos deverão ser enviados até 30/05/2011 para juliana@amazonianativa.org.br, contendo no assunto da mensagem “Consultor de Gestão de Mercado”.

Cuiabá-MT, 05 de maio de 2011.

Contatos com a imprensa
comunicacao@amazonianativa.org.br
(65) 3322-2980

Em decisão histórica, STF reconhece direito territorial dos povos indígenas do Parque Aripuanã

17 Jan, 2022

Na decisão a Corte ainda condenou o estado mato-grossense a arcar com despesas do processo. O voto destaca a presença tradicional e histórica dos indígenas na região

Indígenas do povo Kanela sofrem com enchentes e pedem doações de alimentos e água potável

11 Jan, 2022

Os alagamentos vêm prejudicando a produção de alimentos de cerca de 189 pessoas da aldeia Nova Pukanū, localizada na região Araguaia, em Mato Grosso. No local não há água potável e as casas correm o risco de sofrerem novas inundações. Saiba como ajudar os indígenas atingidos por enchentes

Manejo de pirarucu e proteção de Terras Indígenas são destaque no Rio Gastronomia

22 Dez, 2021

Lideranças Deni e Paumari compartilharam suas experiências com os participantes do evento, que provaram diferentes pratos com o pirarucu pescado pelas comunidades
Nossos Parceiros
Ver Mais