06 de maio de 2014

Por: Comunicação OPAN Cuiabá, MT – Quem teve o privilégio de conhecer e conviver com Dom Tomás Balduíno não tem dúvidas: ele era realmente uma pessoa iluminada e brilhante. O sorriso permanente estampado no rosto mostrava claramente que ele mantinha um pacto camarada com Deus. Certamente, por esta razão, ele mantinha uma fé inabalável de que […]

Por: Comunicação OPAN

Cuiabá, MT – Quem teve o privilégio de conhecer e conviver com Dom Tomás Balduíno não tem dúvidas: ele era realmente uma pessoa iluminada e brilhante. O sorriso permanente estampado no rosto mostrava claramente que ele mantinha um pacto camarada com Deus.

Certamente, por esta razão, ele mantinha uma fé inabalável de que as bem aventuranças neste mundo deveriam ser construídas especialmente pelos que plantam, colhem e partilham os frutos da terra. Dom Tomás é daqueles caboclos (nascido no sertão de Goiás) que manteve durante toda sua vida o mais profundo compromisso de solidariedade humana e política com os povos indígenas, com os agricultores e com todos os que almejam mudanças nas estruturas que oprimem, não importando se são da Igreja, do Estado ou das limitações humanas.

A OPAN também presta sua humilde homenagem a Dom Tomás.

Operação Amazônia Nativa

 

 

Contatos com a imprensa
comunicacao@amazonianativa.org.br
(65) 3322-2980

Indígenas da bacia do Juruena participam de festival de cinema em Brasília

02 Dez, 2022

Foram selecionadas duas produções audiovisuais do Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky e uma do povo Enawenê-Nawê

Flores, lágrimas e força

28 Nov, 2022

Países insulares seguem sendo grandes propulsores de avanços no debate sobre clima no mundo. Povos indígenas exigem participação em fundo sobre perdas e danos.

A PNGATI e a esperança por dias melhores

09 Nov, 2022

De diversas regiões da Amazônia, representantes indígenas compartilham na COP27 reflexões e experiências sobre a PNGATI à luz do novo governo no Brasil.
Nossos Parceiros
Ver Mais