25 de abril de 2015

Esta pesquisa propõe uma análise do processo de apropriação de ferramentas audiovisuais entre os Manoki, povo indígena de tronco isolado que vive ao noroeste de Mato Grosso, e suas correlações com os discursos nativos sobre a história. A partir de uma etnografia mediada pelo vídeo – utilizado pelos indígenas de forma proeminentemente prospectiva em estratégias […]

Esta pesquisa propõe uma análise do processo de apropriação de ferramentas audiovisuais entre os Manoki, povo indígena de tronco isolado que vive ao noroeste de Mato Grosso, e suas correlações com os discursos nativos sobre a história. A partir de uma etnografia mediada pelo vídeo – utilizado pelos indígenas de forma proeminentemente prospectiva em estratégias de registro e autorrepresentação –, chega-se a diversos temas próprios da etnologia indígena, como relações intergeracionais, concepções sobre tempo, ritual e escatologia. Ao conjugar as abordagens antropológicas sobre audiovisual e povos ameríndios, a análise pretende levar em consideração a perspectiva nativa a propósito das transformações em seu mundo e o papel que o registro audiovisual pode ter para os Manoki.

Dissertação de mestrado de André Luis Lopes Neves

OPAN contrata indigenista para o Programa MT

11 Ago, 2022

É necessário morar em Cuiabá e ter disponibilidade para fazer viagens a campo na região noroeste de Mato Grosso

Homenagem à indigenista Silvia Maria Gasperini Bonotto

18 Jul, 2022

Nota da OPAN diante do falecimento de Silvia Maria Gasperini Bonotto, parceira das causas e povos indígenas do Brasil.

OPAN contrata profissional da área administrativa

15 Jul, 2022

A Operação Amazônia Nativa está contratando um profissional da área administrativa para se integrar à equipe do Setor Administrativo/Financeiro da instituição com sede em Cuiabá, Mato Grosso (MT).
Nossos Parceiros
Ver Mais