23 de janeiro de 2017

Conhecidos como povo da água, os Paumari são exímios pescadores e mergulhadores e habitam lagos, várzeas, praias e igarapés da bacia do rio Tapauá. Ali estão localizadas as TIs Paumari do Lago Manissuã, Paumari do Lago Paricá e Paumari do Cuniuá, demarcadas e homologadas entre 1997 e 1998. O manejo do pirarucu, após sete anos […]

Conhecidos como povo da água, os Paumari são exímios pescadores e mergulhadores e habitam lagos, várzeas, praias e igarapés da bacia do rio Tapauá. Ali estão localizadas as TIs Paumari do Lago Manissuã, Paumari do Lago Paricá e Paumari do Cuniuá, demarcadas e homologadas entre 1997 e 1998. O manejo do pirarucu, após sete anos de trabalho, recuperou o estoque pesqueiro e contribuiu para o fortalecimento de sua organização social. Hoje eles montam escalas de vigilância para os três territórios e realizam reuniões frequentes para discutir assuntos referentes à proteção e manutenção do território. As mulheres também estão mais confiantes e se integram aos trabalhos, principalmente ao apoio ao marido nas vigilâncias e na pesca manejada.

A WEB3 como palco para a arte indígena

29 Jun, 2022

Ampliação das plataformas de exibição e comércio de produções digitais fornecem espaço cada vez maior para atuação de artistas que antes dependiam de curadorias tradicionais para divulgar e comercializar seus trabalhos.

82% das infrações ambientais julgadas pela SEMA-MT levam mais de 5 anos para serem concluídas

29 Jun, 2022

Relatório revela que dos 1012 processos administrativos julgados pelo Consema-MT, entre 2017 e agosto de 2021, apenas 18% foram concluídos em até 5 anos.

Povo Haliti-Paresi realiza expedições para avaliar roteiros de etnoturismo

28 Jun, 2022

Projeto propõe imersão cultural de uma semana em aldeias com exuberantes paisagens.
Nossos Parceiros
Ver Mais