Conhecidos como povo da água, os Paumari são exímios pescadores e mergulhadores e habitam lagos, várzeas, praias e igarapés da bacia do rio Tapauá. Ali estão localizadas as TIs Paumari do Lago Manissuã, Paumari do Lago Paricá e Paumari do Cuniuá, demarcadas e homologadas entre 1997 e 1998. O manejo do pirarucu, após sete anos […]

Conhecidos como povo da água, os Paumari são exímios pescadores e mergulhadores e habitam lagos, várzeas, praias e igarapés da bacia do rio Tapauá. Ali estão localizadas as TIs Paumari do Lago Manissuã, Paumari do Lago Paricá e Paumari do Cuniuá, demarcadas e homologadas entre 1997 e 1998. O manejo do pirarucu, após sete anos de trabalho, recuperou o estoque pesqueiro e contribuiu para o fortalecimento de sua organização social. Hoje eles montam escalas de vigilância para os três territórios e realizam reuniões frequentes para discutir assuntos referentes à proteção e manutenção do território. As mulheres também estão mais confiantes e se integram aos trabalhos, principalmente ao apoio ao marido nas vigilâncias e na pesca manejada.

Estado e municípios ignoram decisão judicial e não vacinam indígenas que vivem em cidades

Poderes se esquivam de responsabilidade e descumprem determinação do STF. Desde o dia 16 de março, o ministro Luís Roberto Barroso determinou que o poder público garanta também a prioridade de imunização a essa população.

Seis PCHs ameaçam deixar o rio Cuiabá sem peixes

Pescadores e entidades socioambientais realizam campanha para a não aprovação dos licenciamentos das usinas.

Brigadas indígenas reduzem incêndios florestais no interior e entorno de territórios

Estudo aponta que no período de atuação das equipes focos de calor diminuíram em três das quatro TIs analisadas; na TI Myky, redução de queimadas em seu interior foi de 74%
Nossos Parceiros
Ver Mais