27 de março de 2017

Ao proteger as terras tradicionais e os recursos naturais, as comunidades indígenas e ribeirinhas do Amazonas vivem com autodeterminação e bem-estar. Em sua vida cotidiana, ambos respeitam e dependem da água e das florestas. O processo de fortalecimento da comunidade baseado no uso sustentável da floresta resulta na geração de renda a partir do manejo de parece, […]

Ao proteger as terras tradicionais e os recursos naturais, as comunidades indígenas e ribeirinhas do Amazonas vivem com autodeterminação e bem-estar. Em sua vida cotidiana, ambos respeitam e dependem da água e das florestas. O processo de fortalecimento da comunidade baseado no uso sustentável da floresta resulta na geração de renda a partir do manejo de parece, óleos e pirarucu, o maior peixe escama do mundo. Os desafios são numerosos, mas, construindo parcerias fortes, eles gradualmente melhoram sua gestão territorial. Do outro lado do deserto da Amazônia, a ação de cada comunidade contribui diretamente para o equilíbrio climático e para a manutenção da sociobiodiversidade.

Em decisão histórica, STF reconhece direito territorial dos povos indígenas do Parque Aripuanã

17 Jan, 2022

Na decisão a Corte ainda condenou o estado mato-grossense a arcar com despesas do processo. O voto destaca a presença tradicional e histórica dos indígenas na região

Indígenas do povo Kanela sofrem com enchentes e pedem doações de alimentos e água potável

11 Jan, 2022

Os alagamentos vêm prejudicando a produção de alimentos de cerca de 189 pessoas da aldeia Nova Pukanū, localizada na região Araguaia, em Mato Grosso. No local não há água potável e as casas correm o risco de sofrerem novas inundações. Saiba como ajudar os indígenas atingidos por enchentes

Manejo de pirarucu e proteção de Terras Indígenas são destaque no Rio Gastronomia

22 Dez, 2021

Lideranças Deni e Paumari compartilharam suas experiências com os participantes do evento, que provaram diferentes pratos com o pirarucu pescado pelas comunidades
Nossos Parceiros
Ver Mais