01 de janeiro de 2018

É com satisfação que apresentamos o Relatório Institucional da Operação Amazônia Nativa referente às atividades desenvolvidas pela OPAN junto aos povos indígenas, nossos parceiros, ao longo do ano de 2017. A luta contínua em defesa dos direitos dos povos indígenas, pela ampliação de sua autonomia e a luta conjunta com estes povos para a criação […]

É com satisfação que apresentamos o Relatório Institucional da Operação Amazônia Nativa referente às atividades desenvolvidas pela OPAN junto aos povos indígenas, nossos parceiros, ao longo do ano de 2017.

A luta contínua em defesa dos direitos dos povos indígenas, pela ampliação de sua autonomia e a luta conjunta com estes povos para a criação de um mundo mais justo, pluricultural, mais saudável do ponto de vista ambiental e social, tem sido o horizonte de
atuação de nossa entidade, a primeira organização do indigenismo alternativo no Brasil, que completará 50 anos de existência em 2019.

Ao longo das décadas, o que se iniciou como uma luta pelo direito à terra e à cultura própria frutificou, a partir destas raízes, na construção comum de alternativas ao modelo de vida “ocidental” que se mundializou, em especial ao modelo predatório que tem degradado crescentemente a região amazônica e o Cerrado e a qualidade de vida dos povos que ali habitam. Isso não significa um movimento de retorno ao passado de suas
formas de vida e trabalho, mas sim à criação de formas contemporâneas de vida individual e social com base nos valores e formas de articulação comunitária, de inspiração pluricultural, que propiciam ao mesmo tempo a continuidade de suas culturas (que, como todas, se transformam mantendo suas raízes) e respondam aos desafios do mundo atual.

Boa leitura!

COMO EVITAR A SAVANIZAÇÃO DA AMAZÔNIA

05 Set, 2022

Iniciativas de manejo sustentável de produtos da sociobiodiversidade são soluções que protegem a floresta, enquanto geram renda justa para comunidades indígenas.

Brô Mc’s: conheça o primeiro grupo de rap indígena a pisar no Rock in Rio

01 Set, 2022

Maior festival de música do mundo terá palco demarcado pela resistência indígena. Nos bastidores, grupo vai trazer mensagem especial sobre os isolados, indígenas que rejeitam contato com o restante da sociedade.

Vale do Javari: associação entre crimes ambientais e narcotráfico atualiza modus operandi do sistema seringalista

26 Ago, 2022

Apesar do histórico de massacres, exploração de recursos naturais e mão de obra escravizada, a região já vivenciou momentos de maior estabilidade quando o Estado se fez presente.
Nossos Parceiros
Ver Mais