07 de maio de 2019

Faleceu nesta madrugada, em Brasília, por complicações cardíacas, Antônio Cândido Gomes, importante liderança do município de Jutaí, bacia do Médio rio Solimões, no Amazonas.

Nascido na comunidade Acapuri de Baixo, em 12 de julho de 1956, desde jovem se envolveu com as causas em prol dos moradores locais, alcançando com parceiros grandes transformações.

Nos anos 80 começou sua atuação comunitária como monitor junto à pastoral da igreja católica. Posteriormente atuou com o Movimento de Educação de Base (MEB), durante 17 anos, no fortalecimento da organização de base e formação de lideranças, sempre enfrentando grandes desafios num município com histórico de exploração e coronelismo.

O sr. Antonio Cândido era liderança nata. Contribuiu para a criação dos sindicatos, associações e por melhores condições de trabalho. Foi professor e atuou na alfabetização de jovens e adultos. Também teve atuação na carreira política, sendo vereador por dois mandatos e vice-prefeito de Jutaí.

Teve destacada atuação para a criação de unidades de conservação, que refletiram diretamente na segurança e qualidade de vida da população.

Nos últimos anos dedicou-se ao manejo sustentável de pirarucu na Associação dos Comunitários do Município de Jutaí, a ACJ, da qual foi presidente.

Casado com Graciete Araújo Gomes, Antônio Cândido deixa os filhos Raimundo, Ramerson, Antônio, Danielle e Deliane Araújo, e seis netos.

A OPAN lamenta o falecimento desta importante liderança e se coloca solidariamente junto aos familiares e amigos.

Contatos com a imprensa

Dafne Spolti
dafne@amazonianativa.org.br
(92) 3213-5088 / 9 8405-1757
(65) 3322-2980

Indígenas da bacia do Juruena participam de festival de cinema em Brasília

02 Dez, 2022

Foram selecionadas duas produções audiovisuais do Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky e uma do povo Enawenê-Nawê

Flores, lágrimas e força

28 Nov, 2022

Países insulares seguem sendo grandes propulsores de avanços no debate sobre clima no mundo. Povos indígenas exigem participação em fundo sobre perdas e danos.

A PNGATI e a esperança por dias melhores

09 Nov, 2022

De diversas regiões da Amazônia, representantes indígenas compartilham na COP27 reflexões e experiências sobre a PNGATI à luz do novo governo no Brasil.
Nossos Parceiros
Ver Mais