30 de agosto de 2019

O projeto Raízes do Purus, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, se insere num percurso histórico do trabalho da OPAN junto a povos indígenas das regiões sul e sudoeste do Amazonas desde a década de 70. Este projeto vem apoiando as populações envolvidas na elaboração e na implementação de seus planos de […]

O projeto Raízes do Purus, patrocinado pela Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental, se insere num percurso histórico do trabalho da OPAN junto a povos indígenas das regiões sul e sudoeste do Amazonas desde a década de 70. Este projeto vem apoiando as populações envolvidas na elaboração e na implementação de seus planos de gestão territorial, contribuindo significativamente para a melhoria de qualidade de vida dessas populações em regiões distantes e por vezes esquecidas no interior da Amazônia.

Submetidos em contextos de exploração, sobretudo com os ciclos da borracha, os povos indígenas da Amazônia vêm buscando seu fortalecimento a partir da união, da luta pela demarcação de suas terras, de relações menos desiguais, construindo a cada dia processos mais eficientes de gestão territorial e ambiental de suas áreas.

Neste contexto, o projeto Raízes do Purus, desenvolvido pela OPAN entre 2013 e 2015, agora conclui mais uma etapa de 2018 a 2019, proporcionando, junto aos povos, mudanças importantes que podem ser acompanhadas nas imagens de Adriano Gambarini, um fotógrafo excepcional que sabe buscar a luz em cada canto da floresta para iluminar as populações e sua maneira de viver.

Este livro apresenta fatos históricos da proteção das terras dos Paumari, Jamamadi e Apurinã, da bacia do rio Purus, e do povo Deni do rio Xeruã, afluente do rio Juruá. Em suas terras conservadas, a partir de atividades de vigilância territorial e manejando produtos da sociobiodiversidade, vemos a fartura de frutas, pesca e roçado, mostrando claramente que ali a palavra sustentabilidade faz todo o sentido.

Desejamos que esta publicação contribua para a ascendente melhoria de qualidade de vida dos povos Paumari, Jamamadi, Apurinã e Deni e que suas experiências sejam vistas e conhecidas por outras sociedades para que ganhem com isso o respeito que merecem.

Boa leitura!

Equipe Raízes do Purus – OPAN

Indígenas da bacia do Juruena participam de festival de cinema em Brasília

02 Dez, 2022

Foram selecionadas duas produções audiovisuais do Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky e uma do povo Enawenê-Nawê

Flores, lágrimas e força

28 Nov, 2022

Países insulares seguem sendo grandes propulsores de avanços no debate sobre clima no mundo. Povos indígenas exigem participação em fundo sobre perdas e danos.

A PNGATI e a esperança por dias melhores

09 Nov, 2022

De diversas regiões da Amazônia, representantes indígenas compartilham na COP27 reflexões e experiências sobre a PNGATI à luz do novo governo no Brasil.
Nossos Parceiros
Ver Mais