07 de maio de 2021

A numerosa diversidade étnica e linguística indígena espalhada por todo território brasileiro comporta culturas extremamente diferenciadas em suas formas de organização política, social e cosmológica que influenciam a atuação do movimento indígena.

Este material é resultado do trabalho “Gestão de Organizações Indígenas”, desenvolvido pela OPAN junto a sete associações indígenas, divididas entre os estados de Mato Grosso e Amazonas. Com o apoio da Embaixada Real da Noruega, entre 2017 e 2020 o projeto tem subsidiado lideranças e organizações indígenas no desenvolvimento de práticas de gestão autônoma, técnicas administrativas e financeiras, elaboração e execução de projetos, fundamentos de associativismo, direitos indígenas e relacionamento com as agências de fomento.

Foram realizadas oficinas com os quadros diretores das entidades e também junto às bases comunitárias. Neste sentido, o objetivo desta publicação é servir de instrumento de pesquisa e orientação para as organizações e suas lideranças realizarem seus processos de gestão associativa. Ter um material instrutivo que possa auxiliar nos processos de gestão é fundamental para formar novos quadros gestores e renovar a associação sempre que for necessário. O material também poderá ser utilizado pelas escolas indígenas e contribuir para o fortalecimento do associativismo comunitário. Quando todos compreendem a função da associação e se veem como parte do processo, as relações tendem a ser alteradas e  contribuem para o fortalecimento dos elos comunitários e associativos.

Em decisão histórica, STF reconhece direito territorial dos povos indígenas do Parque Aripuanã

17 Jan, 2022

Na decisão a Corte ainda condenou o estado mato-grossense a arcar com despesas do processo. O voto destaca a presença tradicional e histórica dos indígenas na região

Indígenas do povo Kanela sofrem com enchentes e pedem doações de alimentos e água potável

11 Jan, 2022

Os alagamentos vêm prejudicando a produção de alimentos de cerca de 189 pessoas da aldeia Nova Pukanū, localizada na região Araguaia, em Mato Grosso. No local não há água potável e as casas correm o risco de sofrerem novas inundações. Saiba como ajudar os indígenas atingidos por enchentes

Manejo de pirarucu e proteção de Terras Indígenas são destaque no Rio Gastronomia

22 Dez, 2021

Lideranças Deni e Paumari compartilharam suas experiências com os participantes do evento, que provaram diferentes pratos com o pirarucu pescado pelas comunidades
Nossos Parceiros
Ver Mais