13 de maio de 2021

Tese de Doutorado da indigenista da OPAN Maria Dolores Campos Rebollar apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense.

A temática dessa pesquisa se centra no estudo de grupos subalternos no meio rural brasileiro, suas potencialidades e desafios para disputar hegemonia frente ao avanço do agronegócio. Ao mesmo tempo que existe uma expansão do agronegócio e projetos desenvolvimentistas associados à lógica exploratória do capitalismo, existe um aumento e fortalecimento de práticas agroecológicas que dialogam com a multiculturalidade existente. As crises ambientais e climáticas, junto à preocupação global pela segurança alimentar e a crescente demanda social por uma alimentação saudável, criam condições novas para a valorização e empoderamento de grupos subalternos atrelados historicamente ao “atraso”. Para a abordagem dos grupos pesquisados, o estudo usa como pano de fundo a contraposição de dois modelos: agronegócio e a agroecologia e suas “concepções de mundo”. A pesquisa se vale, como marco referencial, do Materialismo Histórico Dialético, Filosofia da Práxis, e categorias gramscianas. Gramsci afirma que, para superar a subalternidade e adquirir condições de disputar hegemonia, é essencial a organização política, a elaboração de um projeto nacional-popular e a “fundação de um novo Estado” e, para isso, a conquista de uma autonomia que se renove e seja duradoura.

A WEB3 como palco para a arte indígena

29 Jun, 2022

Ampliação das plataformas de exibição e comércio de produções digitais fornecem espaço cada vez maior para atuação de artistas que antes dependiam de curadorias tradicionais para divulgar e comercializar seus trabalhos.

82% das infrações ambientais julgadas pela SEMA-MT levam mais de 5 anos para serem concluídas

29 Jun, 2022

Relatório revela que dos 1012 processos administrativos julgados pelo Consema-MT, entre 2017 e agosto de 2021, apenas 18% foram concluídos em até 5 anos.

Povo Haliti-Paresi realiza expedições para avaliar roteiros de etnoturismo

28 Jun, 2022

Projeto propõe imersão cultural de uma semana em aldeias com exuberantes paisagens.
Nossos Parceiros
Ver Mais