RESISTÊNCIAS E DISPUTA HEGEMÔNICA DE GRUPOS SUBALTERNOS FRENTE AO AGRONEGÓCIO NA REGIÃO DO ARAGUAIA (MT)

Tese de Doutorado da indigenista da OPAN Maria Dolores Campos Rebollar apresentada ao Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade Federal Fluminense.

Saiba Mais

Diagnóstico do manejo de pirarucu do povo Deni do Xeruã

download (3)

Saiba Mais

O passado, o presente e o futuro nas plantas Puruborá (Rondônia)

Baixe o arquivo: PURUBORA Tarsila dos Reis Menezes Dissertação apresentada ao Programa de PósGraduação em Antropologia Social da Universidade Federal de São Carlos, como parte dos requisitos para obtenção de Título de Mestre em Antropologia Social. Orientador: Profº. Dr. Felipe Vander Velden

Saiba Mais

Plano de manejo dos produtos florestais não madeireiros do povo Deni

Baixe o plano de manejo clicando no botão abaixo: PLANO DE MANEJO DENI

Saiba Mais

Vulnerabilidade programática da atenção à saúde da criança Xavante no polo base de Marãiwatsédé

O conceito de vulnerabilidade possibilita a superação das dificuldades e dos problemas encontrados no âmbito do processo saúde-doença, facilitando a compreensão da vida e de seus determinantes. A dimensão programática da vulnerabilidade pressupõe a existência de elementos chave para a análise de como se dá o compromisso político governamental frente às necessidades de saúde da […]

Saiba Mais

Dissertação – Projeto Juruena – Agrotóxicos

O processo de poluição ambiental e alimentar por agrotóxicos em municípios da bacia do rio Juruena, Mato Grosso. Luã Kramer de Oliveira JURUENA-AGROTOXICOS

Saiba Mais

Saúde, ambiente e contaminação hídrica por agrotóxicos na Terra Indígena Marãiwatsédé – Mato Grosso

A agricultura de monocultivos destinados à exportação demandam grandes porções de terras para sua produção, o que impulsiona os processos de desmatamento, ocupação e exploração de novas áreas. Na região Nordeste de Mato Grosso, a Terra Indígena (TI) Marãiwatsédé, território da etnia Xavante, foi ocupada na década de 1950 por não indígenas. Desde a retirada […]

Saiba Mais

O vídeo como ibirapema: a apropriação dos recursos audiovisuais pelos Manoki

Esta pesquisa propõe uma análise do processo de apropriação de ferramentas audiovisuais entre os Manoki, povo indígena de tronco isolado que vive ao noroeste de Mato Grosso, e suas correlações com os discursos nativos sobre a história. A partir de uma etnografia mediada pelo vídeo – utilizado pelos indígenas de forma proeminentemente prospectiva em estratégias […]

Saiba Mais
Nossos Parceiros
Ver Mais