OPAN

Impactos da monocultura de algodão na saúde e no ambiente em Mato Grosso

.

Por meio de uma parceria entre o Núcleo de Estudos Ambientais e em Saúde do Trabalhador (Neast) do Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal de Mato Grosso (ISC/UFMT) e a Operação Amazônia Nativa (OPAN), foi realizada, entre 2020 e 2022, uma série de pesquisas com o objetivo de identificar os impactos da cadeia produtiva de algodão em Mato Grosso e a presença de agrotóxicos em Terras Indígenas (TIs), mais especificamente a TI Tirecatinga, localizada na bacia do rio Juruena, oeste do estado, uma das principais regiões do país na produção de commodities agrícolas, entre elas de soja,
milho, girassol e cana-de-açúcar. Apresentamos aqui os principais resultados.


. Impactos da monocultura de algodão na saúde e no ambiente em Mato Grosso.