02 de maio de 2016

Para encerrar abril indígena, OPAN realizou sarau e exposição fotográfica sobre povos de MT e do AM. Por: Carla Ninos/OPAN Cuiabá (MT) – Durante todo o mês de abril, a Operação Amazônia Nativa (OPAN) realizou uma campanha em suas redes sociais para apresentar ao público um pouco da vida dos 13 povos e das sete associações […]

Para encerrar abril indígena, OPAN realizou sarau e exposição fotográfica sobre povos de MT e do AM.

Por: Carla Ninos/OPAN

Cuiabá (MT) – Durante todo o mês de abril, a Operação Amazônia Nativa (OPAN) realizou uma campanha em suas redes sociais para apresentar ao público um pouco da vida dos 13 povos e das sete associações indígenas com os quais desenvolve trabalhos de base. Para encerrar as comemorações do mês dos povos indígenas, no dia 30 de abril a OPAN abriu as portas da sua sede, em Cuiabá, pra receber amigos, parceiros e todas as pessoas interessadas em conhecer mais de perto a história da organização, a riqueza cultural de alguns dos povos indígenas do Brasil e apreciar uma bela exposição fotográfica.

Através das lentes do fotógrafo Adriano Gambarini, o público tevea oportunidade de conhecer os povos indígenas Paumari, Jamamadi e Apurinã, do Amazonas, Xavante de Marãiwatsédé e Nambikwara das Terras Indígenas Pirineus de Souza e Tirecatinga, de Mato Grosso.

Durante todo o dia, várias pessoas circularam pelo pátio da OPAN e, além de prestigiar a exposição fotográfica e a exposição de artesanatos indígenas, podiam tomar um cafezinho, jogar conversa fora, tirar dúvidas sobre a OPAN e os povos com os quais trabalha e ouvir muitas histórias, acumuladas em 46 anos de trabalho junto aos povos indígenas.

As lindas fotos de Adriano Gambarini encheram o pátio de cores e vida. Foto: Mel Mendes/OPAN

Ao fim do dia, foi realizado um animado sarau, com fogueira, muita música, declamação de poesias e outras expressões artísticas.

Sobre o fotógrafo

Adriano Gambarini é fotógrafo desde 1992, com vasta experiência na documentação de viagens por regiões remotas na Amazônia, além de expedições ambientais, socioculturais e científicas em todos os biomas brasileiros. Notabilizou-se como um fotógrafo engajado em trabalhos de longo prazo em projetos conservacionistas e etnográficos.

É fotógrafo da National Geographic Brasil, colabora para as principais revistas do país e várias internacionais, além de publicações técnicas.

Clique AQUI para mais informações sobre o fotógrafo Adriano Gambarini

Sobre a OPAN

A Operação Amazônia Nativa (OPAN) é a primeira organização civil de defesa de direitos indígenas. Fundada no Brasil, em 1969, atua em parceria com povos do Amazonas e de Mato Grosso, nas áreas da cultura, educação, saúde, economia, fortalecimento comunitário e gestão territorial. Tem importante contribuição para a demarcação territorial, ajudando a garantir mais de 13 milhões de hectares de terras indígenas.

Vale lembrar que a OPAN está sempre de portas abertas.

Para saber mais sobre nós clique aqui ou assista ao nosso vídeo clicando aqui.

 

Contatos com a imprensa
comunicacao@amazonianativa.org.br
(65) 3322-2980

Indígenas da bacia do Juruena participam de festival de cinema em Brasília

02 Dez, 2022

Foram selecionadas duas produções audiovisuais do Coletivo Ijã Mytyli de Cinema Manoki e Myky e uma do povo Enawenê-Nawê

Flores, lágrimas e força

28 Nov, 2022

Países insulares seguem sendo grandes propulsores de avanços no debate sobre clima no mundo. Povos indígenas exigem participação em fundo sobre perdas e danos.

A PNGATI e a esperança por dias melhores

09 Nov, 2022

De diversas regiões da Amazônia, representantes indígenas compartilham na COP27 reflexões e experiências sobre a PNGATI à luz do novo governo no Brasil.
Nossos Parceiros
Ver Mais