02 de novembro de 2021

Nota da OPAN sobre o falecimento de Darci Secchi, parceiro das causas e povos indígenas do Brasil.

Faleceu em Brasília neste último sábado (30/10) o indigenista e educador Darci Secchi, com 67 anos, natural de Arroio do Meio (RS), em decorrência de uma cirrose hepática contraída na Amazônia em décadas passadas.

Darci e o irmão Nelson fazem parte das primeiras turmas da OPAN, Operação Amazônia Nativa, que ainda na década de 1970 aliou-se àqueles que foram ao encontro dos povos indígenas numa atitude de respeito e diálogo.

Um filho de agricultores, Darci aos 16 anos já trabalhava num restaurante da cidade de Lajeado (RS) para se manter estudando. Na mesma época ele já participava de uma equipe local de jovens que se propunham a trabalhar numa nova missão entre os povos indígenas.

Em 1972, Darci participou do primeiro curso de indigenismo oferecido e organizado pela OPAN. Na sequência, seguiu formando equipes no noroeste de Mato Grosso, em Rondônia e no Acre.

No final da década fez parte da coordenação executiva da OPAN em Porto Alegre, onde concluiu o segundo grau.

Em 1979, fez parte da equipe que transferiu a sede da instituição para Cuiabá, na atual avenida Ipiranga, 97.

A partir daí, Darci estudou linguística, pedagogia e antropologia, visando qualificar e contribuir com o desenvolvimento de políticas públicas junto aos colegas e povos indígenas.

Com muitas habilidades práticas, andava pelas matas como poucos. Bom pescador e caçador, manejava uma canoa com desenvoltura.

Foi também mestre em transmitir e transformar em práticas educacionais todas as teorias científicas aprendidas.

Em muitas temporadas, Darci colaborou voluntariamente nos cursos de formação indigenista ofertados pela OPAN.
Também acompanhou muitas equipes na formação de professores indígenas nas aldeias. Por mais de duas décadas como docente da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT), destacou-se pelo carisma, pela acolhida e dedicação em apresentar com maestria caminhos e possibilidades de melhor compreender e valorizar as culturas indígenas.

Nós, da OPAN, somos gratos ao amigo Darci Secchi, por todo aprendizado construído nessa trajetória. Sentimos muito por sua partida e pela falta que fará.

Nos solidarizamos com sua família, amigos, colegas e alunos.

Equipe da OPAN, 2021

Darci Secchi. Foto de arquivo da família.

OPAN contrata indigenistas para o programa Amazonas

01 Dez, 2021

Profissionais interessados devem ter experiência na atuação com povos indígenas e facilidade para o trabalho em equipe.

Com muita arte, reflexões e discussões socioambientais, Festival Juruena Vivo completa 8ª edição

29 Nov, 2021

Neste ano, evento ocorreu em formato híbrido, com o desenvolvimento de atividades virtuais e presenciais, conforme todos os protocolos de segurança contra a covid-19

Estratégias para conservar 2 milhões de hectares de floresta

25 Nov, 2021

A gestão comunitária e o manejo de pirarucu, castanha e copaíba fortalecem a proteção de 6 terras indígenas e são caminhos para o combate à crise climática
Nossos Parceiros
Ver Mais